terça-feira, 3 de setembro de 2013

Cuscuz da Pandinha

Não tenho lembranças de comermos cuscuz em casa na infância. Contudo, na família do ex-marido, era um prato tradicional nas festas de final de ano.

Morria de raiva quando minha primeira sogra cozinhava e não me dava a receita. Até que entendi e aprendi a cozinhar “a olho”, como ela.

Sou apaixonada por cuscuz, e sempre faço de atum e sardinha. Já fiz algumas vezes com frango desfiado e fez muito sucesso no prédio em que morávamos. Desta vez, decidi inovar e fiz só de camarão. Detestei. Achei que ficou insosso!

Então é o seguinte: ralo duas cebolas, bem raladinhas e refogo em meia xícara de azeite. Refogadinha rápida para dar uma murchadinha. Depois coloco duas latas de sardinha (eu limpo e tiro as escamas e espinhas) e duas de atum, dois pacotes de Pomarola (o mais simples que tem, mas uso sempre Pomarola, porque o tempero das outras marcas não é muito bom), três cubos de caldo de galinha, uma lata de ervilha, uma de milho verde e quando tenho em casa, coloco palmito e azeitona (a gosto). Coloco três copos de água e espero tudo ferver.

Enquanto isto, já cozinhei três ovos, descasquei e fatiei em rodelas. Também faço tiras de pimentão, rodelas de tomates e alguns grãos de ervilha e milho para a decoração da forma.

Quando levantar fervura, acrescento três xícaras de farinha de milho amarela bem esfarelada (vou esfarelando dentro do pacote) e cozinho por cinco minutos. A massa está pronta.

Enfeito uma forma de bolo com buraco ao meio com os ovos fatiados, o pimentão, tomates e grãos. Se uso azeitona ou palmito, também guardo uns pedacinhos para enfeitar. Basta apertar bem nas laterais da forma que tomates, ovos e pimentão se firmam. Pedaços de sardinha também ajudam nesta decoração.

Despejo a massa aos poucos dentro da forma, de colherada em colherada, até encher. O que sobra na panela, eu mando pra dentro do estômago quente mesmo!


Após colocar na forma, temos que molhar as mãos e alisar o cuscuz, bater a forma para sair o ar e tampar com um prato mesmo, para que não forme uma película dura (e ruim) quando desenformarmos. Desenformo depois de uma hora. Fica muito saboroso! Quem fizer, me conta?

3 comentários:

  1. Hummmmmmmmmmmm que delicia e parece super facil de fazer!
    Só terei que fazer essa receita na casa da minha mãe ou então cortar essa receita em umas três partes, rsrsrsrsrs pq Alberto não gosta!
    Obrigado amada, adorei e farei com certeza! Assim que fizer, posto fotos pra vc ver!

    ResponderExcluir
  2. Adorei. Li todos os posts e vi possibilidades ao meu paladar restritivo. Não posso comer muita coisa. Virei sempre visitá-la e aprender um pouco. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Amo camarão, mas no cuscuz não fica tão legal.

    Esse prato também já foi sucesso nas festas de fim de ano lá em casa.

    Faltou foto, minha alma gorda ama fotos de comida.

    Beijos.

    ResponderExcluir